Carmópolis: Prefeito é afastado durante operação que investiga desvio de dinheiro para combate à Covid-19


    O prefeito Beto Caju (SD), da cidade de Carmópolis, no Leste de Sergipe, foi afastado do cargo, na manhã desta quinta-feira (20), durante a Operação Pandemonuim, deflagrada pelo Ministério Público de Sergipe (MP-SE), por meio do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco). Um secretário também foi afastado, mas o órgão estadual não revelou o nome e a pasta.
    A operação investiga fraude e desvio de recursos estaduais milionários destinados para o combate à Covid-19 por meio de contratos feitos pela prefeitura com empresas baianas. Em Sergipe, mandados de busca e apreensão são cumpridos em Carmópolis e Aracaju. Já na Bahia, os agentes cumprem as medidas em Salvador e Novo Triunfo.
    Segundo o MP-SE, foram deferidos pelo Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE) os pedidos do MP de buscas e apreensões na prefeitura de Carmópolis, nas sedes das empresas contratadas e em endereços residenciais dos investigados.
    Com o afastamento do prefeito, quem deve assumir a gestão do Município é o presidente da Câmara de Vereadores, já notificado da decisão.
    Na Bahia, a Operação Pandemonium conta com apoio operacional do GAECO do Ministério Público da Bahia (MP-BA), da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), e da Polícia Civil (DIP, DEPIN e DRACO). Em Sergipe, atuam as Polícias Civil e Militar, por meio do DEOTAP, do CORE, COE e ACI-PM-SE.
    Também nesta manhã, foi deflagrada uma operação da Polícia Federal (PF), que investiga desvios de recursos federais. /Por: Divulgação/MP-SE 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment