Doria adia reabertura de escolas para 5 de outubro em São Paulo


    O governador João Doria (PSDB) vai adiar para 5 de outubro o plano de reabertura das escolas no estado de São Paulo. O anúncio do adiamento será feito nesta sexta-feira (7) em coletiva à imprensa.
    O plano inicial do governo era de liberar a reabertura dos colégios públicos e particulares a partir de 8 de setembro. A condição para a retomada das aulas presenciais era de que todo o estado ficasse por 28 dias na fase amarela, a terceira do plano de reabertura controlada, o que não vai ocorrer.
    Segundo a última avaliação do estado, São Paulo tem hoje apenas 2 regiões nessa fase de abertura -a Grande São Paulo, incluindo a capital, e Araraquara. O restante permanece na fase laranja ou vermelha.
    As instituições de ensino estão fechadas desde 23 de março para mitigar a transmissão do novo coronavírus. Apesar da pressão de escolas particulares para a retomada das aulas, pais, professores e até mesmo prefeitos não têm segurança no retorno.
    Na capital, o secretário municipal de educação, Bruno Caetano, afirmou que era "improvável a retomada das aulas em setembro, se a data fosse mantida pelo governador. Prefeitos de municípios do Grande ABC também já anunciaram que as escolas não serão reabertas neste ano.
    Na noite de quarta (5), a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que define medidas sobre a volta às aulas na capital durante pandemia do novo coronavírus. No texto aprovado, consta emenda que prevê que, enquanto durar o período de emergência, ficará a critério dos pais ou responsáveis decidir sobre o retorno de seus filhos às aulas presenciais. 

     Por: Rovena Rosa/Agência Brasil 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment