Doria elogia mudança de postura de Bolsonaro e diz que com presidente "quieto" é melhor para o Brasil


    O governador João Doria, antigo apoiador do presidente Jair Bolsonaro e recente desafeto, elogiou o que ele considera ser uma mudança de postura do presidente da República.
    De acordo com o tucano, ao ficar "quieto", com um comportamento menos agressivo em relação aos adversários, nem de descaso com a pandemia, o líder do Executivo contribui para que o país fique mais "calmo".
    "Essa nova fase do Bolsonaro, menos polêmica, é saudável para o Brasil. Com ele quieto, o Brasil fica mais calmo e consegue debater e ter o foco na pandemia. É melhor para o Brasil o presidente mais quieto, mais sossegado, menos criador de situações indesejáveis. Se ele continuar assim, é bom para o Brasil", disse Doria em entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, nesta terça-feira (18).
    Doria, contudo, fez questão de pontuar as diferenças com Bolsonaro e o motivo do afastamento nos últimos meses, quando se tornou um dos alvos do presidente diante das decisões divergentes em relação à estratégia de combate à Covid-19.
    Ele ressaltou que o seu grupo nunca endossou atos antidemocráticos nem o compartilhamento de "fake news". As informações são do UOL.
    "Lá atrás tomei a decisão de me afastar [de Bolsonaro] e ter o comportamento que temos adotado aqui em São Paulo. Um governo liberal na economia, que respeita os direitos humanos e a democracia. Nunca afrontamos e nem apoiamos nenhum afrontamento à democracia, condenamos fake news, não temos Gabinete do Ódio em São Paulo e sabemos dialogar", justificou.  / Por: Roberto Viana/BNews
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment