Lava-Jato do Rio de Janeiro condena Dario Messer a 13 anos e quatro meses de prisão


    O Dario Messer foi condenado nesta segunda-feira (17) a 13 anos e quatro meses de prisão no processo instaurado após a Operação Marakata, deflagrada em setembro de 2018. As informações são do jornal O Globo.
    Essa é a primeira vez que o operador financeiro, conhecido como "o doleiro dos doleiros" é condenado em uma ação judicial originada por um desdobramento da Operação Lava-Jato no Rio de Janeiro. A sentença foi assinada pelo juiz Alexandre Libonati, da 2ª Vara Federal Criminal do Rio.
    O magistrado condenou o doleiro pelo crime de lavagem de dinheiro e fixou a pena em regime fechado.Contudo, ordem de prisão de Messer deverá ser expedida após a pandemia. Por hora, o doleiro segue em prisão domiciliar por compor o grupo de risco da doença.
    Acusado de esquemas nacionais e transnacionais de lavagem de dinheiro, Messer assinou um acordo de delação premiada renunciando a um patrimônio de R$ 1 bilhão.  / Por: Divulgação 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment