Máfia de perfuração de poços é investigada na região de Irecê


    Uma operação contra suposta máfia de perfuração de poços em Irecê, no centro norte baiano, está prestes a ser deflagrada pelo Inema, em parceria com secretarias municipais, Ministério Público, Justiça Eleitoral, Receita e Polícia Federal.
    De acordo com o portal Sertão Baiano, investigações apontam um esquema milionário do consumo predatório que põe em risco a segurança hídrica e a sustentabilidade de 21 cidades da região. O cronograma da força-tarefa precisou ser alterado em razão da pandemia. Há indícios ainda de uso indiscriminado de agrotóxicos contrabandeados, principalmente do Paraguai, além da utilização de mão de obra em condições análogas à escravidão, sonegação fiscal, agiotagem, grilagem de terra, abuso de poder econômico e crime eleitoral.
    Denúncias apontam que empresas da região de Irecê que atuam em Lapão, Ibititá, Canarana e América dourada, por exemplo, em associação criminosa com pré-candidatos, estão perfurando poços em troca de apoio político e compra de votos com vistas as eleições de 2020. /Por: Reprodução/Valor 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment