Marcelo Odebrecht diz que está “vivendo um inferno”


    O empreiteiro Marcelo Odebrecht confidenciou recentemente a um amigo que, aos 51 anos de idade, atravessa o pior momento de sua vida.  Ele foi visto na última terça-feira (4) em um bairro da Zona Sul de São Paulo, comprando produtos em uma farmácia. A cena foio narrada pela revista Veja. 
    Cumprindo pena desde 2016, quando foi condenado a 19 anos e 4 meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa,  Odebrecht deixou a cadeia, e passou a cumprir a pena de prisão domiciliar.  
    O delator mais importante da Operação Lava-Jato continua com uma fortuna estimada em mais de R$140 milhões de reais, sem considerar a sua participação acionária na Odebrecht, e morando em sua antiga e luxuosa mansão 
    “Preferiria ter ficado preso em Curitiba mais dois anos a passar o que estou passando nos últimos seis meses”, disse ele, que foi demitido da construtora, teve o salário cortado, os bens bloqueados, é alvo de uma enxurrada de processos e, em razão de tudo isso, conta que tem passado por dificuldades financeiras. “Estou vivendo o inferno”, relatou   à Veja. 
     
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment