Ministério do Meio Ambiente recua e mantém meta de desmatamento até 2023


    O Ministério do Meio Ambiente desistiu de propor a redução da meta oficial de redução de desmatamento e queimada ilegais até 2023. De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, uma nota emitida nesta quarta-feira (5) pelo Ministério da Economia informou que a pasta comandada por Ricardo Salles enviou uma nova formulação do objetivo, mantendo a meta original de 90%.
    Só no ano passado, apenas na Amazônia, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou alertas de desmatamento em uma área de 9,1 mil quilômetros quadrados - equivalente a 900 mil hectares.Também segundo a nota, a alteração do texto faz com que a responsabilidade de alcançar a meta seja compartilhada com outras pastas, como Agricultura, Justiça, Defesa e Infraestrutura. /Por: Reprodução/ Lula Marques 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment