Muniz diz que Roberto Jefferson não consultou PTB de Salvador sobre proibição de coligar com DEM e PSDB


    O presidente do PTB em Salvador, vereador Carlos Muniz, diz que a executiva municipal da sigla não foi consultada sobre a decisão da Executiva Nacional (entenda-se Roberto Jefferson) de vetar coligações locais com DEM, PSDB e partidos de esquerda nas eleições de 2020. Atualmente, a agremiação apoia a campanha do pré-candidato Bruno Reis (DEM).
    "Vejo com preocupação, pois até a semana passada a gente não tinha essa notícia. Mas como a ordem superior estirpa todas as outras, se a ordem da Nacional for essa, é a ordem que a gente vai acatar. Agora, estou vendo as nacionais dos partidos tomando decisões sem ouvir as executivas estaduais e municipais", declarou o edil ao BNews.
    Muniz também acredita que será inviável lançar um candidato próprio há três meses da eleição e que se a decisão for mantida o PTB irá para as urnas apenas com a chapa de vereadores.
    "Nesse momento seria difícil. Quem é que o PTB vai lançar como candidato a prefeito?", questionou. "A gente não pode lançar um candidato à prefeito sem expressão. Seria pior para o partido, que não tem um deputado federal ou estadual na Bahia e só tem eu de vereador em Salvador. Se for assim, o partido só vai se desvalorizar mais".
    Leia também: Executiva Nacional do PTB veta aliança do partido nos estados com DEM e PSDB /   Por: Arquivo/BNews  Por: Henrique Brinco
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment