Prefeito de Barra dos Mendes e irmão têm mais de R$ 250 mil bloqueados pela Justiça


    O prefeito de Barra do Mendes, Armênio Sodré Nunes, e seu irmão, o empresário Arlênio Sodré Nunes, terão R$253.071,00 bloqueados de suas contas por decisão da Justiça, que atendeu a pedido liminar do Ministério Público da Bahia (MP-BA) em ação civil pública por ato de improbidade administrativa. 
    A decisão da Juíza Marina Lemos Ferrari, divulgada na sexta-feira (28), levou em conta irregularidades apontadas pelo MP-BA em compras realizadas pelo Município no período compreendido entre os anos de 2013 e 2019 com a aquisição direta e sem licitação de produtos de papelaria. 
    Na ação, o promotor de Justiça Marco Aurélio Nascimento Amado apontou que houve indevida dispensa de licitação. O MP-BA apurou que a papelaria com a qual a Prefeitura fez negócio pertence ao irmão do prefeito, o empresário Arlênio Sodré Nunes, o que evidenciaria que “as compras foram realizadas de forma fraudulenta para beneficiar o irmão do prefeito, comprovando dolo na conduta do chefe do executivo municipal”. 
     
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment