Presidente do Banco Central é cotado para assumir lugar de Paulo Guedes, caso ministro deixe a pasta


    O desgaste do ministro Paulo Guedes já faz com que o governo busque possíveis substitutos em caso de emergência. No momento, o mais cotado para vir a chefiar a pasta é o atual presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.
    Aliados do presidente Jair Bolsonaro já lidam com a possibilidade de Guedes abandonar o barco e, para o lugar, dizem ser necessário um nome que se comprometa com o teto de gastos e a responsabilidade fiscal, mas que não seja tão duro quanto o atual ministro. As informações são da CNN.
    A postura de Guedes tem sido vista como de confronto e pouco respeitosa em relação ao presidente. Os ministros pertencentes à ala chamada de desenvolvementista, Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), argumentam que a PEC de Guerra que dá garantia fiscal e jurídica em meio a pandemia, deve ser utilizada para promover investimentos em obras de infraestrutura no país.  / Por: Fábio Pozzebom/Agência Brasil
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment