Vereadores de Salvador lamentam morte de Elsimar Coutinho


    Vereadores da Câmara Municipal de Salvador (CMS) lamentaram a morte do médico e cientista baiano Elsimar Coutinho, 90 anos, nesta segunda-feira (17). Coutinho estava internado desde o dia 30 de julho, com quadro de insuficiência respiratória aguda. 
    O vereador Paulo Magalhães (DEM) destacou que o médico era uma "referência em planejamento familiar no mundo". "A morte do cientista Elsimar Coutinho é motivo de pesar para todos os baianos. Perdemos um homem íntegro, sábio e de extrema competência", afirmou Magalhães.
    Companheiro de partido de Magalhães, o vereador Duda Sanches ressaltou o legado de Coutinho na medicina. "Hoje perdemos aquele que nos fez conhecido no mundo da medicina. Elsimar Coutinho se despede com um legado que poucos seriam capazes de construir", declarou o vereador.
    "Doutor Elsimar Coutinho foi um dos grandes nomes que a nossa ciência já teve. Viveu para ser submisso, para servir, para agregar conhecimento, para transformar vidas. Lamento a sua partida neste dia, orando a Deus para que o Espírito Santo consolador esteja com toda família", afirmou a vereadora Lorena Brandão (PSC).
    O vereador Odiosvaldo Vigas (PDT) lamentou o falecimento do médico. "Quero enaltecer o papel de Elsimar Coutinho como estudioso e cientista na área médica, notadamente em reprodução humana e planejamento familiar. É mais uma estrela, que agora irá brilhar nos Céus", destacou.
    O renomado médico, cientista e professor,  nasceu em Pojuca, em 18 de maio de 1930. 
    “O Brasil perdeu hoje um dos seus grandes cientistas. Uma das principais referências em reprodução humana do país, Elsimar Coutinho foi antes de tudo um homem inquieto, dedicado ao seu trabalho como médico e pesquisador, levando o nome da Bahia para todo o mundo. Para os pacientes, é a perda de um profissional brilhante e, para família e amigos, a dor da partida de um de um ente querido. Que Deus os conforte nesse momento tão triste para todos nós. Siga em paz, dr. Elsimar!”, afirmou o governador Rui Costa (PT). 
    O petista decretou luto no estado pelo falecimento de Coutinho.
    “A Bahia e o Brasil perdem um patrimônio, uma inteligência rara, com essa triste partida do professor Elsimar Coutinho, cuja contribuição para a medicina e para a ciência é reconhecida em todo o planeta [...] Perdemos um dos grandes nomes da nossa história, uma pessoa que não tinha nenhuma vaidade e que veio ao mundo para servir. Sua dedicação à humanidade o fez publicar centenas de trabalhos científicos em revistas reconhecidas pela comunidade médica internacional", declarou ACM Neto (DEM).
    Leia mais:
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment