Aras se reúne com Gilmar Mendes e defende foro privilegiado para Flávio Bolsonaro


    A pós apresentar parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que recomendou a manutenção do foro privilegiado para o senador Flávio Bolsonaro na investigação da “rachadinha”, o procurador-geral da República, Augusto Aras, se reuniu com o ministro Gilmar Mendes, que é relator do caso no Supremo. A informação é da coluna da Bela Megale, do O Globo.
    Ainda de acordo com a coluna, o parecer foi enviado ao STF por volta das 23h de quarta-feira (26). Na quinta-feira à noite, Aras foi ao gabinete de Gilmar conversar com o ministro. O procurador-geral defendeu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR), que recomendou a rejeição do recurso apresentado pelo Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ) solicitando que o senador perca o foro especial. O tema da reunião, porém, foi além, e incluiu outros assuntos como os julgamentos no Conselho do MP envolvendo Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato alvo de críticas tanto de Aras quando de Gilmar.
    O ministro do STF disse a pessoas próximas que não decidirá a questão sozinho e que levará o recurso para julgamento da Segunda Turma “neste ano”, mas não especifica a data. Por hora, Gilmar não tem mostrado resistência à tese da PGR sobre Flávio.
    À coluna, interlocutores de Aras relataram que a PGR costuma se reunir com ministros do STF para despachar alguns temas. O procurador-geral também tem o hábito de ter reuniões com Gilmar Mendes. Procurada, a PGR afirmou que "Aras se reuniu como ministro Gilmar Mendes no STF para tratar de pautas diversas”.  /Por: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment