Bacelar admite que manutenção da candidatura é estratégia de Rui para ampliar frente contra Bruno Reis


    O Podemos oficializou nesta quarta-feira (16), em convenção partidária da sigla, a candidatura do deputado federal Bacelar à prefeitura de Salvador. Recentemente, o partido chegou ensaiar um declínio e apoiar a chapa de Major Denice, do PT, ao pleito municipal. Mas, conforme o próprio Bacelar, a manutenção da candidatura faz parte de uma estratégia do grupo do governador Rui Costa (PT), para fazer uma frente com quatro candidaturas, visando combater o candidato do prefeito ACM Neto (DEM), Bruno Reis (DEM).  Ele explicou, ainda, que há um pacto de união com os outros postulantes ao cargo no Thomé de Souza, são eles: Major Denice (que será oficializada hoje), Olívia Santana (PCdoB) e Pastor Sargento Isdiório (Avante). 
    “Inicialmente eu sempre defendi que nós tivéssemos uma candidatura única, com o desenvolvimento processo o governador foi adaptando a estratégia ao momento, então, nos últimos dias, a estratégia mais correto  para enfrentarmos o candidato de ACM Neto seriam 4 candidaturas, aí construímos isso, mas estamos unidos. Os quatro candidatos têm um pacto de não adversão. Os quatro têm como norte denunciar  as ineficiências da administração de ACM Neto, que é perversa e madrasta para cidade do Salvador”, disse, em entrevista ao BNews,  durante a convenção, na Boca do Rio. 
    Bacelar tem como candidato a vice na chapa, Magno Lavigne (Rede). O Movimento Salvador dos Bairros é Salvador de Todos, conta ainda com o apoio do PTC, na figura do presidente Rivailton Veloso. A candidatura conta, também, com o apoio da presidenciável Marina Silva, da Rede. “Isso está aprovado nacionalmente”, afirmou, Bacelar.  /Por: Vagner Souza/ BNews
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment