Bolsonaro pode indicar seu escolhido para o STF só em 2021


    A liados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendem que o presidente indique o nome para substituir o ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF) apenas em fevereiro de 2021. De acordo com a coluna do jornalista Guilherme Amado, da revista Época, o motivo seria por conta da eleição do presidente do Senado Federal.
    Para que o indicado seja aprovado é necessário que seja sabatinado por senador. De acordo com o jornalista, a avaliação de aliados do presidente é que como o Celso de Mello se aposenta em novembro é possível que os senadores não consigam sabatinar o nome sugerido dentro de um mês, o que faria com que o indicado ficasse em "banho-maria" até a chegada do novo presidente do Senado.
    Em dezembro, o Congresso deve entrar em recesso parlamentar e a previsão é que parlamentares só retornem as atividades em fevereiro, após as eleições das presidências das duas Casas.   /Por: Marcos Corrêa/PR 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment