"Ele é referência pra todos os policiais do Brasil", diz advogado de PM vítima de racismo em Salvador


     O advogado do policial militar que foi vítima de racismo por uma idosa no bairro de Vale dos Lagos, em Salvador, na noite da quinta-feira (17), se pronunciou pela primeira vez na manhã desta sexta-feira (18) em entrevista à RecordTV Itapoan. 

    "A PM não deixou ele falar. Além de ser vítima de racismo, ele também foi agredido, levando um tapa na cara. Só ele sabe a dor que ele sentiu, mas mesmo assim o tempo todo ele demonstrou frieza, agindo dentro da legalidade, da forma que a sociedade espera, sendo referência para todos os policiais do Brasil", disse o advogado da vítima. 

    A defesa do policial ainda afirmou que a idosa, identificada como Libânia Maria Dias Torres e que trabalha como escrivã do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, foi liberada pela Polícia Civil após ser conduzida para a 11ª Delegacia. Ela deverá ser indiciada por injúria racial. 

    SAIBA MAIS
    Vídeo: Mulher chama policial de “macaco” após ser detida por agredir companheira no Vale dos Lagos     / Por: Redação BNews


      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment