Em vídeo, médico protesta por não ser atendido em restaurante: ‘Tive educação americana e europeia’



     O médico Carlos Iglesias fez um escândalo em um restaurante de luxo, em São Paulo, após ser informado que não poderia ser atendido no local por ter chegado fora do horário de funcionamento, na noite desta sexta-feira (25). Depois da confusão, Iglesias gravou um vídeo afirmando que diferentemente dos clientes do estabelecimento, ele recebeu educação americana e europeia.

    “Por onde ando, ando com orgulho e saúde. A quem sabe, por onde piso, piso com educação. Porque aqui teve educação. Teve educação americana, teve educação europeia, e somos pessoas que viemos do trabalho, não é dessas baixarias”, disse o médico.

    Segundo o colunista Leo Dias, do jornal Metrópoles, Iglesias chegou ao restaurante Gero às 21h50, aparentemente alcoolizado, e foi informado por um funcionário que o local fecharia às 22h, por causa do decreto estadual que limita o horário de funcionamento de bares e restaurantes por causa da pandemia de covid-19.

    Em vídeos publicados nas redes sociais, é possível ver que durante a briga o médico grita com diversas pessoas, afirma que foi desrespeitado por uma das clientes. Em seguida, ele é respondido pela dona do restaurante, que alega que Iglesias teria desrespeitado o garçom do restaurante.

    Já do lado de fora, Carlos grita que um homem o chutou dentro do restaurante, e tenta ir atrás dele. Neste momento, outros clientes do local começam a pedir pelo registro de médico dele para “jogar fora e esquecer que ele existe”. Garçons, funcionários e outros clientes do Gero tentam controlar Iglesias, mas ele afirma que vai registrar um Boletim de Ocorrência contra o local.

    Ainda segundo o colunista, o médico Carlos Iglesias confirmou a confusão, mas não demonstrou arrependimento e gravou um vídeo no qual manda um recado para o restaurante e os clientes que participaram da discussão.

    “Seus playboyzinhos que estavam no Gero e dizem ser filhos de médicos, venham me pedir desculpas se tem coragem. Vocês que se cuidem. A plaquinha da Mercedes de vocês já está anotada. Venham me pedir desculpa se são decentes”, disse.  /Por: Reprodução/Twitter 

    Veja:

     

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment