Guedes diz não ter dinheiro para estados, embora queira CPMF na reforma tributária


     A liados do ministro da Economia, Paulo Guedes, acreditam que o melhor caminho para a CPMF é que seja incluída na proposta da reforma tributária da Câmara, desde que a conta não fique para a União.Guedes afirma para interlocutores que não tem dinheiro para repassar aos estados para viabilizar a reforma. A informação é da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

    A proposta da Câmara prevê a criação de dois fundos, um seria para compensar perdas de União, estados e municípios, de R$ 25 bilhões. O outro para estados usarem para atrair empresas que perderão incentivos tributários. 

    Ainda de acordo com a coluna, a inclusão da CPMF na reforma depende ainda da negociação com os bancos, que veem mais custos que benefícios na troca da desoneração de salários pelo novo imposto. Parlamentares também aguardam que o governo demonstre a vantagem da mudança se levar adiante a proposta do ministro. /Por: Alan Santos/PR 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment