Gusttavo Lima sofre derrota em processo que compositor pede indenização de R$ 20 milhões


     Em maio, Gusttavo Lima conseguiu uma folga no processo em que é alvo, onde o compositor Luiz Gonçalves da Silva, o De Lucca, pede R$ 20 milhões de indenização. A ação foi suspensa depois de ter julgamento adiado duas vezes. O autor da música 'Fora do Comum' alega que Gusttavo Lima utilizou-se indevidamente dos direitos autorais e que o sertanejo chegou a fazer promessas sobre novas parcerias que nunca foram cumpridas.

    Agora, em audiência realizada na última terça-feira, o juiz entendeu que o processo deve, sim, ter continuidade, embora a ação tenha sido suspensa em primeira instância porque o juízo definiu prescrição das acusações.

    "Nós protocolamos um recurso de apelação e o tribunal entendeu o contrário. Disse que ele tem, sim, direito a qualquer momento de reivindicar o que ele quiser, porque a música é dele. Então mandou devolver para o juiz dar uma nova sentença. Eu creio que essa nova sentença será em favor do De Lucca. A questão agora é que no processo tem várias provas de que a música é exclusivamente do De Lucca e provas de que ele não recebeu os direitos autorais dessa canção. E o Gusttavo Lima mentindo dizendo que a canção era dele. Não é", afirma o advogado do compositor, Adolfo Kennedy Marques Junior à colunistga Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

    De acordo com a publicação, ainda segundo a defesa do autor, o próximo passo será solicitar a penhora de bens do Gusttavo Lima. "Vamos fazer um pedido liminar de sequestro de bens e será marcada uma audiência de instrução. A audiência de conciliação já aconteceu e, nela, o Gusttavo Lima ofereceu R$ 50 mil divido em dez vezes. Uma falta de respeito! Agora será a audiência para ouvir testemunhas, inclusive o Gusttavo Lima", finaliza o advogado.

    Matérias relacionadas
    Julgamento de processo em que compositor pede R$ 20 milhões de Gusttavo Lima é marcado
    Justiça adia julgamento de processo em que compositor pede R$ 20 milhões de Gusttavo Lima 


     Por: Reprodução / Instagram 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment