Hospital de campanha Arena Fonte Nova investe em terapia nutricional para melhorar eficiência do tratamento da Covid-19


     Uma alimentação equilibrada é essencial para saúde e fortalecimento da imunidade e no tratamento da Covid-19 não é diferente. Por esse motivo, é que o Hospital de campanha da Arena Fonte Nova, em Salvador, investiu em uma terapia nutricional para os seus pacientes que conta com a orientação de uma equipe multidisciplinar composta por nutrólogos e nutricionistas.

    Conforme o nutrólogo Alexandre Matos, uma alimentação equilibrada é de extrema importância no tratamento da doença. Os pacientes com Covid-19 possuem uma resposta inflamatória muito elevada, causando uma grande desnutrição, o que resulta em mais tempo na ventilação mecânica e  mais tempo internado. “O paciente bem nutrido responde melhor a qualquer tratamento e sofre menos efeitos colaterais dos medicamentos. Reduz infecção, tempo de hospitalização e lesão por pressão (escaras)”, explica Dr. Alexandre.

    O processo de avaliação é realizado nas primeiras 24h de internação do paciente.  É realizada uma triagem nutricional a partir de informações colhidas com os próprios pacientes, sempre que possível, além de consulta em prontuário e discussões multidisciplinar com os profissionais do hospital. Durante a triagem são definidos os riscos e a partir daí são traçadas as metas de calorias e proteicas. 

    A nutricionista Tânia Martins ressalta que “a terapia nutricional é de fundamental importância para garantir o aporte de nutrientes ao paciente durante o período de internação hospitalar e o supervisionamento da eficácia é papel de todos. O foco não é só atingir metas nutricionais, mas sim, atuar de forma eficiente em um ambiente multidisciplinar e olhar para cada paciente de forma única”, ressalta Tânia. 

    O Hospital de campanha Arena Fonte Nova, destinado exclusivamente para o tratamento de pacientes com Covid-19  foi implantado pelo Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) e é  administrado pela Fundação Gonçalves e Sampaio (FGS).



     Por: Divulgação 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment