Líder religioso da Ucrânia é diagnosticado com coronavírus; Ele chegou a dizer pandemia é culpa dos LGBTs


    A patriarca líder da Igreja Ortodoxa da Ucrânia, Filaret, está com Covid-19. Em março, ele  chegou a dizer que a pandemia do novo coronavírus é uma “punição pelos pecados dos homens e pela humanidade pecaminosa”. 
     Ativistas dos direitos da população LGBTQIA+ entrou com processo, em abril, contra o patriarca, mas, a instituição informou que ele tem “liberdade para expressar suas visões. 
    O anúncio foi na sexta-feira (4), mas ainda gera polêmica. A Ucrânia é considerada um dos países menos seguros para a população, em primeiro lugar está Namíbia. Já o mais seguro é Portugal, com leis de proteção à comunidade. O Brasil caiu de 55º para 68º, em 2019, no ranking de países acolhedores.   /Por: Reprodução / Redes Sociais 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment