Operação Catarata: Justiça decreta prisão da ex-deputada Cristiane Brasil


    A Justiça decretou a prisão da ex-deputada federal Cristiane Brasil, filha do também ex-deputado federal Roberto Jefferson, no âmbito da Operação Catarata, que investiga supostos desvios em contratos de assistência social no governo do estado e na Prefeitura do Rio. A  segunda fase da operação, que culminou na prisão do secretário estadual de Educação do Rio, Pedro Fernandes, foi deflagrada nesta sexta (11).  
    Cristiane Brasil  não foi encontrada em casa.  Ela era secretária de Envelhecimento Saudável da Prefeitura do Rio e chegou a ser nomeada ministra do Trabalho no governo Temer, mas teve a posse suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
    Em nota ao G1, Cristiane Brasil afirmou que a denúncia é "uma tentativa clara de perseguição política".
    Confira:

    "Tiveram oito anos para investigar essa denúncia sem fundamento, feita em 2012 contra mim, e não fizeram pois não quiseram. Mas aparecem agora que sou pré-candidata a prefeita numa tentativa clara de me perseguir politicamente, a mim e ao meu pai. Em menos de uma semana, Eduardo Paes, Crivella e eu viramos alvos. Basta um pingo de racionalidade para se ver que a busca contra mim é desproporcional. Vingança e política não são papel do Ministério Público nem da Polícia Civil”. 
    Matéria atualizada às 10h  / Por: Arquivo/ Agência Brasil 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment