PM acusado de estuprar produtora cultural se entrega no Rio


    O Policial acusado de ter estuprado a produtora cultural, se entregou no 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM), nesta terça-feira (01), no Rio de Janeiro. O sargento Leonardo Lourenço da Silva foi encaminhado para a Unidade Prisional da PMERJ, Niterói. 
    Na Justiça Militar, o policial responde pelos crimes de estupro e abandono de posto, já que o crime foi praticado durante o expediente, além da expulsão da corporação. Na segunda-feira (31), ele chegou a ser preso administrativamente, mas foi solto. 
    Relembre o caso
    Uma produtora cultural acusa o Policial de ter estuprado ela dentro da própria casa, em Copacabana. A vítima registrou o caso da 12ª DP e, na delegacia, informou que o suspeito acariciou seus seios, passou a mão em seu corpo. O exame aponta que há vestígios de violência sexual.
    Nota da PM:
    "A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, segundo o comandante do 19º BPM (Copacabana), a declarante foi prontamente atendida e ouvida a termo quando procurou a unidade, procedimento de praxe para dar seguimento a apuração dos fatos.
    De imediato, o acusado foi preso administrativamente e foi aberto um Inquérito Policial Militar (IPM), já tendo sido solicitada, inclusive, a prisão preventiva do mesmo junto à Auditoria de Justiça Militar do Estado do Rio de Janeiro (AJMERJ).
    Após o período inicial em reclusão, e diante do pedido já encaminhado à esfera judicial, o policial segue respondendo em liberdade e afastado do serviço nas ruas.
    Ressaltamos que a Corporação, como tem demonstrado ao longo de sua história, não compactua e pune com o máximo rigor desvios de conduta cometidos por seus membros quando constatados os fatos."  / Por: Reprodução / Redes Sociais 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment