Raio-X: Eleições municipais na Bahia têm 11% a mais de pedidos de candidatura ao TSE


     As eleições municipais deste ano reúnem, em comparação com 2016, 11% a mais de pedidos de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as cidades baianas, sendo a maioria absoluta delas de vereadores - 38.064 candidatos para 4.324 vagas. Já prefeitos e vice somam 1.351 concorrentes, que disputam os cargos nos 417 municípios. Na capital baiana a variação positiva foi ainda maior, com registro de 50% a mais de inscritos.

    Apesar do número de inscritos, as candidaturas ainda são avaliadas pelo TSE e, até o momento, somente 10 vereadores, todos eles de Teixeira de Freitas, já estão autorizados a disputar o pleito em 15 de novembro.

    Em contrapartida, a candidatura a vereador de Acácio Teles, pelo PDT de Uauá, aparece como revogada, após ele desistir de disputar cargo no legislativo da cidade. Com a renúncia, Acácio lançou candidatura à Prefeitura de Mulungu do Morro, encabeçando a chapa do Partido dos Trabalhadores (PT).

    Entre todos os candidatos inscritos para disputar as eleições municipais, em caso de aprovação pelo Tribunal Superior Eleitoral, 12 vão aparecer nas urnas utilizando o nome social, entre eles o postulante a uma cadeira na Câmara Municipal de Salvador (CMS), Léo Kret do Brasil (DEM).

    Em se tratando de tentativa de reeleição, 3,6% dos candidatos tentam uma recondução ao cargo, sendo a maioria formada por vereadores (90,3%). Em Salvador, os postulantes ao legislativo também formam maioria na tentativa de reeleição.

    Enquanto a Bahia reúne maior número de candidatos do PSD, a capital baiana tem o Pros com o maior número de inscritos na Justiça Eleitoral - com 87 pedidos de candidatura, seguido do Podemos, Avante e PDT.

    Tanto estado quanto Salvador têm o cumprimento da média de 30% de candidatura feminina para as eleições - com 32,5% e 31,7%, respectivamente. Entre os candidatos inscritos na Bahia, 78,6% se registraram como negros, enquanto em Salvador o pencentual é um pouco maior, de 79,5%.

    Já na análise do grau de instrução dos postulantes a cargos municipais, apenas um quinto dos concorrentes no Estado têm ensino superior completo. Em Salvador o índice é maior, com 37% dos concorrentes.

    O primeiro turno das eleições acontece em 15 de novembro e, caso seja necessário, terá segundo turno em 29 de novembro, primeiro e último domingos do mês, respectivamente. As campanhas tiveram início oficialmente neste domingo (27), em todos o país.

    Todas as informações foram analisadas pelo BNews, nesta segunda-feira (28), com base em dados abertos disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).   /Por: Agência Brasil  Por: Yasmin Garrido 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment