Após carreata, Servidores do HGRS realizam protesto contra empresa Sabore e remoção de servidora pela Sesab


     Funcionário do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) realizam, na manhã desta terça-feira, 6, uma carreata em direção à sede Secretaria de Saúde da Bahia, no Centro Administrativo da Bahia (Cab), em protesto contra manutenção da empresa Sabore, responsável pela distribuição da alimentação para pacientes e funcionários, e pela readmissão da nutricionista Silvia Santos Pimentel na  na unidade hospitalar. 

    Sob anonimato, um funcionário do hospital, que participa da carreata, revelou que os alimentos têm chegado “em cima do horário da HGRS”, o que tem afetado “o tratamento de pacientes” e a “dinâmica de horário de trabalho” na instituição de saúde. 

    “Essa carreata tem o intuito de chamar atenção da Sesab. Não aguentamos mais almoçar às 14h, 16h. O horário de alimentação dos pacientes está sendo afetado, a Sabore envia o alimento cru às 9h30; como é que vai estar pronto para os pacientes e funcionário às 11h, 12h? O alimento acaba sendo distribuído sem sabor por causa da pressa. Nós, funcionários do HGRS não aceitamos a manutenção da Sabore na unidade”, criticou um servidor do hospital que pediu para não ser identificado. 

    Medo

    O medo do servidor é motivado pelo que classificam de “retaliação da Sesab” com quem “reclama do problema”. Ele cita o caso de remoção da nutricionista e ex-coordenadora do setor no Roberto Santos, Silvia Santos Pimentel, que denunciava as condições dos alimentos fornecidos pela Sabore que, segundo o servidor, já chegou a contar com “insetos entre eles”. 

    Outra servidora que falou ao BNews e que também pediu para não ser identificada reclamou da remoção da nutricionista Silvia, que definiu como uma “profissional exemplar” que era “muito querida por todos os servidores e pacientes”, para o Cedeba. A remoção da servidora consta no Diário Oficial do Estado (DOE). 

    “Queremos chamar atenção da Sesab e dizer que nós, os funcionário do Roberto Santos, repudiamos a remoção de Silvia Pimentel por não aceitar a falta de responsabilidade da empresa Sabore no cumprimento do contrato, na entrega de alimentos em cima do horário e muitas vezes de má qualidade. Nós, enquanto funcionários públicos, não vamos nos calar. Repudiamos essa falta de compromisso da Sesab ao remover uma profissional com 14 anos de lisura na unidade hospitalar”, desabafou a servidora do Hospital.

    O BNews procurou a Sabore e não conseguiu contato até o momento. A Sesab ficou de enviar uma nota. A matéria será atualizado tão logo receba as respostas da empresa e do órgão público. / Por: Divulgação  Por: Raul Aguilar 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment