Estações de transbordo de Salvador terão 100% da frota de ônibus em horários de pico




     A frota de ônibus da capital baiana será 100% disponibilizada em horários de pico nas estações de transporto Pirajá, Lapa, Acesso Mortes. Mussurunga, a partir desta terça-feira (27). O anúncio foi feito na manhã de hoje pelo prefeito ACM Neto. Juntas, são 135 linhas em operação nós horários de 5h30 às 8h30 e 16h30 às 18h30.

    De acordo com ACM Neto, o redesenho das linhas de ônibus está alinhado com o Ministério Público estadual. No início do mês, o órgão havia pedido na Justiça que 100% da frota voltasse a circular. A partir das medidas anunciadas hoje, a capital baiana terá 1,9 mil coletivos nas ruas de um total de 2.014 ônibus.

    "A diferença entrará em operação a depender da demanda, principalmente quando as aulas retornarem", explicou o prefeito. Operações assistidas serão realizadas em três pontos da cidade para deslocar mais coletivos a fim de atender passageiros: avenidas Suburbana, São Rafael e Silveira Martins.

    O gestor detalhou os números do sistema de transporte público municipal e disse que mais de R$ 107 mi foram investidos este ano para "evitar o risco de colapso". "Foram R$ 5 milhões em compras de vales-transportes, R$ 55 milhões com a intervenção na CSN e R$ 47 milhões de indenização da diferença entre os custos operacionais e a arrecadação do sistema", calculou ACM Neto.

    O prefeito aproveitou para alfinetar candidatos à prefeitura de Salvador que, segundo ele, prometem "soluções mágicas" para o transporte público. "Tem muita gente aí fazendo proselitismo, mas espero que os oportunistas de plantão entendam que a gestão fez o provisionamento das despesas. Soluções mirabolantes não vão resolver. A questão passa por mobilização política, inclusive em Brasília".

    ACM Neto destacou ainda que a renovação da frota de ônibus começará ainda este ano. "Não abro mão deste acordo. A partir de dezembro, novos veículos começam a chegar e isso ocorrerá até abril do ano que vem". O administrador voltou a dizer que não haverá reajuste de tarifa para custear o sistema de transportes, apesar da circulação de mais ônibus e da baixa demanda de passageiros.

    Segundo o prefeito, a capital baiana transporta, atualmente, 750 mil passageiros por dia. "Só recuperamos apenas 26% da demanda após a retomada das atividades entre agosto e outubro". Em dias normais, 1,5 milhão de passageiros são transportados.

    A intervenção na CNS, uma das três bacias que atendem a cidade, de acordo com Neto, está perto de ser finalizada, mas o futuro da empresa não foi detalhado. "O desejo é que a intervenção cesse o quanto antes. O foco é garantir ônibus nas ruas, a segurança dos rodoviários e uma solução mais econômica para a cidade. Não podemos antecipar os próximos passos em relação à CSN, mas não será uma bomba armada para estoura no colo do meu sucessor", garantiu.  /Por: Redação BNews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment