Irmã de cabeleireiro atacado acredita em crime de homofobia e entrega celular da vítima à Polícia Civil


     O cabelereiro Rauan Pereira dos Santos, de 29 anos, segue internado em estado grave respirando com ajuda de aparelhos e com traumatismo craniano, após ser esfaqueado e apedrejado dentro do próprio apartamento na última terça-feira (21), no bairro Vila Ruy Barbosa, em Salvador. Nesta sexta-feira (23), a irmã revelou ao BNews que entregou o celular dele para a Polícia Civil após localizar conversas suspeitas com um vizinho e proprietário de uma peixaria que fica no prédio da vítima. 


    De acordo com Naiara Pereira, os suspeitos tiveram intenção de matar Rauan em virtude da sua orientação sexual. “Nós localizamos conversa com um indivíduo que trabalha em uma peixaria que fica no térreo do prédio dele, marcando para ir lá no dia do crime e ainda disse que iria levar um amigo junto. Eles são brancos, malhados, altos e fortes, eu acredito sim que tenha sido eles, até porque um vizinho viu um deles saindo com uma faca enorme na mão, faca para tratar peixe mesmo. Por isso, inclusive, eles roubaram a moto do meu irmão, para fugir logo do local, não por querer roubar, fizeram isso porque ele é homossexual”, disse. /

    Segundo Naiara, a peixaria está fechada desde o dia da tentativa de homicídio. “Eles foram realmente com a intenção, enquanto um esfaqueava, o outro deu pedradas que quebrou todos os ossos da face dele”, lamentou. 

    A 3ª Delegacia de Homicídios/ Bonfim está investigando o caso. Em nota, a Policia Civil se refere ao caso como tentativa de latrocínio já que um aparelho celular, quantia em dinheiro e motocicleta foram subtraídos pela dupla, além da agressão. “O titular da unidade já solicitou as imagens de câmeras de segurança que serão analisadas, além de ter coletado depoimentos de testemunhas. A perícia já foi realizada e o delegado aguarda os laudos. Os suspeitos ainda não foram identificados e a investigação não indica que o crime teve motivação homofóbica”, informou. 

    Segundo a irmã, o estado de saúde de Rauan é crítica, ele está em coma e o médico que está cuidando do jovem revela à família preocupação com as funções do cérebro dele. ”Mesmo que ele volte a si será com diversas sequelas, devido as lesões na área nobre do cérebro, ele não poderá andar ou falar, por exemplo, destruíram a vida de um jovem de 29 anos”. / Por: Redação BNews 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment