Kassio Nunes vai atrás de bolsonaristas radicais para reduzir resistência a seu nome, diz coluna


     O desembargador Kassio Nunes, recém-indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), busca amaciar alas mais radicais de bolsonaristas e conservadores que não engoliram muito bem sua nomeação. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, no sábado (28), o magistrado buscou Silas Malafaia e, nesta segunda (5), Abraham Weintraub postou em suas redes sociais que conversou durante “longas horas” com Nunes. O ex-ministro da Educação defendeu a prisão de magistrados do STF antes de se exilar no Banco Mundial.

    “O Dr. Kassio se comprometeu a seguir as leis e a Constituição, sem ativismo judicial. Confiamos no presidente e no sucesso do governo”, disse Weintraub no Twitter.

    Ainda de acordo com a coluna, o nome do desembargador abriu uma rachadura na bancada evangélica. Como mostrou Mônica Bergamo, a Universal apoiou a indicação, o que desagradou o ramo da Assembleia de Deus liderada pelo pastor Silas Malafaia.

    “A Universal representa menos de 5% dos evangélicos, segundo o IBGE. Quer fazer graça para conseguir recursos para a Record”, disse o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), ligado ao pastor.  /Por: Samue Figueira/TRF-1 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment