Mandetta foi orientado a não comentar sobre passeios de Bolsonaro durante pandemia


     O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi orientado pela Secretaria Especial de Comunicação Social a não falar dos passeios de Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia. De acordo com a coluna do Guilherme Amado, da Época, o médico não podia tocar no assunto nas coletivas que imprensa que dava com frequência quando estava à frente da pasta. 

    Bolsonaro minimizou o vírus chamando-o de "gripezinha" e passou a fazer passeios com frequência, cumprimentando apoiadores e contrariando as recomendações da própria gestão, o que causou profundo desconforto no então ministro. 

    A história é contada no livro Guerra à Saúde, de Ugo Braga, diretor de Comunicação do Ministério da Saúde na gestão de Mandetta, que será publicado esta semana e conta bastidores dos momentos de tensão entre presidente e ministro. /Por: Erasmo Salomão/MS  Por: Redação Bnews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment