Novo lote do auxílio emergencial de R$ 600 será pago no calendário da 7ª parcela


     A primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 começará a ser transferida a partir desta sexta-feira (30) para as contas digitais abertas pela Caixa em nome de 95 mil beneficiários cujos cadastros foram reavaliados em outubro.

    O calendário de pagamentos e de autorizações para saques para o novo grupo de contemplados foi publicado nesta quinta-feira (29) no "Diário Oficial da União" pelo Ministério da Cidadania.

    Os novos beneficiários terão direito às cinco parcelas originais do benefício, ou seja, cada uma no valor de R$ 600.
    Cabe lembrar que mães responsáveis pelo sustento da família têm direito à cota dobrada, portanto, recebem R$ 1.200 por parcela.

    Confira abaixo o calendário da primeira parcela para cadastros reavaliados em outubro:
    F
    | Mês de nascimento | Crédito em Poupança Social Digital | Saque em dinheiro e transferência para outros banco
    |——————- |———————————— |—————————————————
    | Janeiro | 30 de outubro | 7 de novembro |
    | Fevereiro | 4 de novembro | 7 de novembro |
    | Março | 5 de novembro | 14 de novembro |
    | Abril | 6 de novembro | 21 de novembro |
    | Maio | 8 de novembro | 21 de novembro |
    | Junho | 11 de novembro | 24 de novembro |
    | Julho | 12 de novembro | 26 de novembro |
    | Agosto | 13 de novembro | 28 de novembro |
    | Setembro | 15 de novembro | 28 de novembro |
    | Outubro | 16 de novembro | 1º de novembro |
    | Novembro | 18 de novembro | 5 de dezembro |
    | Dezembro | 20 de novembro | 5 de dezembro |

    Como o programa vai até 31 de dezembro de 2020, prazo do decreto de calamidade pública decorrente da pandemia de Covid-19, algumas parcelas podem ser pagas simultaneamente.

    Também nesta sexta, a Caixa dará início aos depósitos da sétima parcela do auxílio emergencial extensão para trabalhadores que começaram a receber o benefício em abril. Nesse caso, porém, o valor é de R$ 300.

    Conforme anunciado no início de setembro, o benefício foi prorrogado por até mais quatro meses: setembro, outubro, novembro e dezembro. Até então, seriam cinco parcelas de R$ 600, quitadas até agosto.

    Para beneficiários do Bolsa Família, estão mantidas todas as parcelas, ou seja, quem faz parte deste grupo vai receber os nove pagamentos, em calendário separado. Neste caso, a sétima parcela começou a ser paga em 19 de outubro.  /Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment