Targino cassado: Neto diz que “AL-BA perde um deputado combatente” e fala em recorrer da decisão do TSE


     O prefeito ACM Neto (DEM) lamentou a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que cassou, na terça-feira (6), o mandato do  deputado estadual Targino Machado (DEM). Também presidente nacional do DEM e principal líder da bancada oposicionista na Bahia, Neto afirmou que a Assembleia Legislativa da Bahia perde um deputado “combativo, que sempre teve coragem de falar as verdades”. 

    “Não temos o que discutir. Decisão judicial não discuto. Tem que se recorrer nos autos. A AL-BA perde deputado combativo, que sempre teve coragem de falar as verdades, fez oposição de maneira franca e direta. Eu lamento. Não sei quais as possibilidades de recurso. Não tenho elementos para questionar a decisão”, disse, nesta quarta (7), durante entrega da Biblioteca Denise Tavares, na Liberdade. 
    ACM Neto afirmou, ainda, que não conversou com o parlamentar sobre o fato. ““Esses dias não tratei com o deputado Targino, acompanhei quando o processo estava em Salvador, mas não acompanhei em Brasília”. 

    A decisão do TSE reverte o entendimento do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) pela não cassação do mandato do demista em dezembro do ano passado na ação em que ele é acusado de abuso de poder.

    Segundo denúncia as receitas médicas dos atendimentos clandestinos realizados no município de São Félix tinham a foto e o nome do político baiano, e os prontuários médicos apresentavam a cópia dos títulos de eleitores ou certidões de quitações eleitorais dos pacientes, documentos que, de acordo com o relator, não são necessários ao atendimento.

    Além disso, o MPF acusa Targino de levar eleitores de Feira de Santana, em vans plotadas com o rosto do político, para atendimentos médicos, fora da fila de regulação, no Hospital Nossa Senhora da Pompéia, em São Félix, gerido pela Santa Casa de Misericórdia.  / Por: Dinaldo Silva / BNews 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment