Voluntário brasileiro que faleceu durante testes de vacina contra Covid-19 recebeu placebo


     O voluntário de 28 anos que faleceu durante o período de testes da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Oxford e AstraZeneca no Brasil recebeu placebo, rechaçando a possibilidade do falecimento ter sido causado por algum efeito colateral ou reação adversa.

    A notícia foi publica em primeira mão pela Bloomberg, sendo a informação proveniente de uma pessoa familiarizada com o estudo sob condição de permanecer anônima. O placebo nada mais é que uma substância neutra aplicada em um grupo de voluntários de controle, com fim de permitir um resultado mais preciso daqueles que realmente receberam a medicação.

    SAIBA MAIS: Voluntário brasileiro da vacina de Oxford morre em decorrência da Covid-19 


     Por: Redação BNews 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment