Eleições 2020: PSB e PSDB são os partidos com maior queda no número de prefeitos eleitos


     No bloco dos partidos que mais conseguiram prefeituras no país em 2020, o PSB e PSDB são os que tiveram maior queda no número de eleitos, se comparado com o resultado de 2016. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e indicam que, neste ano, o PSB teve 250 prefeituras contra 403 no pleito anterior, uma variação negativa de 37,9%.

    Já o PSDB, acostumado a ter sempre muitas vitórias nas urnas, apesar de estar entre os dez que mais conquistaram vaga no executivo municipal, apresentou queda de 34,8%, saindo de 785 para 512 representantes eleitos. Mesmo assim, no ranking dos dez que mais elegeram, o partido tucano está na quarta posição.

    Também com queda estão os tradicionais PT e o MDB, com variação negativa de 29,5% e 25,2%, respectivamente, sendo que ambos ainda têm chances de faturar mais prefeituras após 29 de novembro. São 15 cidades brasileiras onde o PT vai disputar segundo turno e 12 com o MDB na briga.

    Ganhou
    Já no bloco dos que conseguiram eleger mais representantes em prefeituras do país, o DEM aparece disparado com maior aumento de eleitos, saltando de 266, em 2016, para 459, neste ano, uma variação positiva de 72,6%. Em seguida, aparece o Partido Progressista, com ganho de 37,8% no período, elegendo 682 prefeitos, o segundo maior número entre as legendas.

    Em seguida vem o PSC, que, apesar da variação positiva de 33,3% no comparativo entre 2020 e 2016, aparece em 13º lugar na lista dos partidos que mais elegeram no país, com 116 nomes. Por fim, o PSD, que teve ganho de 21%, ao saltar de 537 para 650 prefeitos eleitos no primeiro turno.   /Por: Agência Brasil 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment