Ernesto Araújo pede para diplomatas prepararem dossiê sobre possíveis impactos da gestão Biden para o Brasil


     O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, solicitou informações a diferentes áreas do Itamaraty, neste fim de semana, o envio de documentações avaliando os impactos de uma administração de Joe Biden na política externa brasileira.

    Segundo relatos de embaixadores sob anônimato à Folha, diplomatas passaram a ser instruídos no último domingo (8), a enviar relatórios ao gabinete de Araújo, detalhando como o governo do democrata nos EUA influenciaria seus respectivos campos de trabalho. Diferentes áreas foram instadas a fazer essas projeções, considerando que Biden tomará posse no dia 20 de janeiro do próximo ano.

    É normal que diplomatas preparem esses informes após eleições em países estratégicos, mas as atuais eleições americanas ganharam fortes contornos políticos para o governo Bolsonaro.

    Ouvidos pela Folha, diplomatas consideraram a requisição de informações tardia mais um sinal de que a gestão de Ernesto evitou traçar cenários que considerassem a possibilidade de Biden ser eleito, mesmo o democrata sendo apontado como favorito em maior parte da campanha nos EUA. /Por: Redação BNews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment