Justiça condena a 15 anos homem que atirou no rosto de jovem no bairro do Canela


     A reação a um assalto no dia 23 de abril de 2019 quase custou a vida de Luiz Daniel Carvalho Souza, que levou um tiro no rosto, no bairro do Canela, em Salvador. O acusado pelo crime foi detido no mesmo dia e teve sua prisão preventiva revertida pelo Tribunal de Justiça para reclusão em regime fechado inicial com a pena de 15 anos e 64 dias-multa no valor de R$ 249. 


    A decisão saiu no último dia 10 de novembro. O fundamento utilizado pelo Magistrado para a manutenção da prisão foi a necessidade de impedir que o acusado, se em liberdade, volte a colocar a sociedade em risco, uma vez que ele é reincidente. O réu-confesso disse em depoimento que cumpria prisão domiciliar também por roubo e tinha saído do presídio há cerca de 19 anos. 

    Ele informou ainda que o aparelho celular da vítima que ele tentou subtrair seria para vender e comprar comida. A defesa de forma preliminar tentou a nulidade do laudo de exame pericial de lesões corporais, sob o argumento de inconsistência, conforme o texto, no entanto, não foi acatado pelo juiz Anderson de Souza Bastos.   / Por: Gil Ferreira/ CNJ  Por: Aline Reis
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment