Justiça rejeita ação de Trump para suspender contagem de votos na Pensilvânia


     Um juiz federal negou, nesta quinta-feira (5), um pedido de emergência da campanha do presidente Donald Trump para interromper a contagem dos votos no condado da Filadélfia, a maior cidade da Pensilvânia, enquanto representantes do Partido Republicano não estivessem presentes para acompanhar a apuração.

    De acordo com a ação do partido, funcionários eleitorais "se recusaram intencionalmente a permitir quaisquer representantes e observadores do presidente Trump" durante o processo.

    No tribunal, entretanto, um advogado da campanha de Trump admitiu, com relutância, que havia representantes republicanos durante a apuração na Filadélfia. "Há um número de pessoas diferente de zero na sala", disse, em referência aos enviados pelo partido para monitorar a contagem.  /Por: Brazil Photo Press/Folhapress 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment