Pazuello some após bronca de Bolsonaro e preocupa secretários de saúde

    O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, desapareceu após ter sido desautorizado por Jair Bolsonaro por ter dito que o governo federal compraria milhões de doses da Coronavac, a vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac. O sumiço de Pazuello foi relatado por secretários estaduais de Saúde disseram à Folha de S. Paulo.

    “O sumiço do ministro tem deixado os secretários apreensivos, já que a pandemia tem agravado e eles dizem não ver possibilidade de novos fechamentos, por entenderem que a população não aceitaria”, disse um dos secretários. /Por: Carolina Antunes/PR 

     

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment