Bolsonaro diz que governo vai buscar liberdade de brasileiro preso na Rússia por tráfico de drogas



     O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta quinta-feira (10), que o governo vai buscar a liberdade do brasileiro Robson Nascimento de Oliveira, de 48 anos, acusado de tráfico internacional de drogas por ter entrado na Rússia, em fevereiro do ano passado, com duas caixas de remédios ( Mytedom 10mg ou cloridrato de metadona). Ele trabalhava como motorista do jogador Fernando, ex-seleção brasileira e atualmente no Beijing Guoan, da China.

    Os medicamentos encontrados pelas autoridades russas foram comprados pelo sogro do atleta e colocados dentro de uma bagagem que foi entregue ao ex-motorista fechada no embarque de um aeroporto da cidade do Rio de Janeiro. A Justiça russa diminuiu a pena de Robson Nascimento de Oliveira, de 12 anos, como pedia a promotoria, para três anos de prisão nesta quinta. Ele já está preso há um ano e nove meses.

    "Mantivemos contato via Itamaraty com as autoridades da Rússia e nos informaram que tinha que esperar o julgamento para o outro passo. Qual o outro passo que o governo federal pode e vai dar? É um colega nosso, um brasileiro, que está preso por algo que, se fosse no Brasil ou em vários países do mundo, não teria acontecido. Estamos buscando a liberdade dele. Torcia pela sua absolvição, mas ele foi condenado. Dei minha opinião, e o ministro [das Relações Exteriores] Ernesto vai decidir no tocante ao recurso. Mas isso também passa pelos advogados de Robson, e torcemos pelo melhor. Vai ser difícil ele passar o Natal em casa, mas não impossível”, disse o presidente, em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

    Redação Bnews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment