Cientista que trabalhava por vacina contra Covid-19 morre após cair de prédio



     Alexander Kagansky, de 45 anos, que trabalhava para a obtenção da vacina contra a Covid-19, foi encontrado morto  no último sábado (19), após cair de uma janela do seu apartamento, no 14º andar de um prédio em São Petersburgo, na Rússia.

    O cientista russo estava usando apenas roupa íntima quando foi encontrado por um vizinho. Havia marcas de facadas no seu corpo.

    Um suspeito, de 45 anos, foi detido, de acordo com o Moskovsky Komsomolets, que classificou a morte como ocorrida em “circunstâncias estranhas”. Porém, nesta segunda-feira (21), por falta de provas e após teste de detecção de mentira, ele acabou sendo liberado.

    O suspeito liberado disse à polícia que eles estavam comemorando o aniversário de Alexander quando ele mesmo se esfaqueou e saltou para a morte.

    Recentemente, a vítima estava trabalhando como diretor do Centro de Medicina Genômica e Regenerativa em universidade federal russa.
    *IstoÉ
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment