Comissão da ONU retira maconha da lista de drogas consideradas mais perigosas



     A Comissão de Drogas Narcóticas da Nações Unidas, ligado à Organização Mundial de Saúde (OMS), aprovou nesta quarta-feira (2) a retirada da cannabis, popularmente conhecida como maconha, da lista de drogas consideradas mais perigosas.

    A reclassificação, contudo, não dispensa a necessidade de políticas para o controle do uso da planta, que agora está no mesmo patamar da morfina.

    Antes, a cannabis estava ao lado de outras substâncias "suscetíveis a abusos e à produção de efeitos danosos" e "sem capacidade de produzir vantagens terapêuticas".

    A cada dia cresce o número de países que flexibilizam as leis sobre o uso de maconha. Recentemente, Uruguai, Canadá e alguns estados dos EUA, como a Geórgia, extinguiram as punições para os usuários ou legalizaram completamente o uso.

    O México, um dos países que mais sofrem com o avanço do narcotráfico, aprovou no Senado o texto da legalização da maconha no mês passado, tanto para o uso medicinal quanto recreativo.

    Redação BNews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment