Em busca de cargos e comissão, PT poderá apoiar candidato golpista na Câmara, diz colunista



     O Partidos dos Trabalhadores (PT) decidiu, após duas eleições para o comando do Congresso prometendo “não votar em golpista”, que poderá apoiar nomes que defenderam o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2016.

    “Temos que recompor nossas posições”, disse o ex-líder da legenda na Câmara, Carlos Zarattini (SP), a coluna Painel da Folha de São Paulo.

    O objetivo, segundo apurou o Painel, é ocupar espaços na Mesa e em comissões de destaque. A declaração dialoga com a estrátegia do deputado federal Arthur Lira (PP), candidato ríval ao grupo do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (Dem), que busca alcançar o apoio do bloco de oposição para ser eleito.

    Por: Redação BNews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment