Nós pagamos R$ 107,5 mil para divulgar o trabalho de Flordelis



     Flordelis gastou neste ano R$ 306 mil da cota parlamentar.

    Do valor, R$ 107,5 mil foi destinado à “divulgação da atividade parlamentar”, trabalho feito pela empresa G3 Propaganda e Marketing, que cuida das redes sociais e faz a assessoria de comunicação da deputada.

    Não custa lembrar: há 101 dias, Flordelis, do PSD, foi denunciada como mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo.

    A deputada não foi presa em razão da imunidade parlamentar, e está com uma tornozeleira eletrônica. No dia 1º de outubro, o corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson, apresentou um parecer pela cassação da deputada e entregou o relatório a Rodrigo Maia.

    O caso, porém, está parado no Conselho de Ética, que segue foi instalado, em meio à pandemia.

    *OAntagonista

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment