Pazuello desacredita testes de Covid-19: “O verdadeiro diagnóstico é o clínico”

     


    Eduardo Pazuello, ministro da Saúde do Brasil, elaborou um raciocínio há pouco, em audiência no Congresso, para simplesmente desacreditar os testes de Covid-19 em meio à pandemia.

    No entender do general do Exército, o número de testes realizados no Brasil “é compatível”, porque sua gestão, segundo ele, alterou a forma de diagnosticar a doença.

    “O verdadeiro diagnóstico não é o teste, é o clínico, porque o teste pode ser falho. É o médico que diagnostica, que pode se basear numa tomografia, na epidemiologia dos casos no entorno, pode se basear nos sintomas que ele está vendo. Não é o teste que diagnostica, é o médico. E não era assim. Então, eu acho que a quantidade de testes é compatível, sim.”

    Ainda na avaliação do ministro, “a estratégia de distribuição dos testes está funcionando e está sendo muito eficaz”.

    “Os estados receberam todos os testes que demandaram. Sim, nós atendemos a todos os estados, todas as demandas foram atendidas. É óbvio que o ministério adquiriu uma quantidade grande de testes lá atrás e contava com uma logística de distribuição que nós estamos fazendo. Não foi simples fazer a estrutura de processamento e isso aconteceu nos últimos quatro, cinco meses de trabalho.”

    *OAntagonista

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment