Após rusga na eleição da Câmara, ACM Neto diz que permanência no DEM depende de Rodrigo Maia

    O presidente nacional do DEM, ACM Neto, afirmou nesta quarta-feira (3) em entrevista à jornalista Andreia Sadi, da GloboNews, que a permanência de Rodrigo Maia no partido depende da vontade do agora ex-presidente da Çâmara dos Deputados.

    O ex-prefeito de Salvador admitiu que se depender dele, Maia segue na legenda.

    “A decisão de ficar ou não no DEM cabe exclusivamente a ele e eu desejo que ele continue no partido, ele tem uma história no democratas, foi líder da bancada, presidente do partido e acho que ainda tem muito a contribuir na discussão interna do democratas, na formulação das estratégia de futuro do partido. Então, se depender de mim, Rodrigo ficará no partido, agora essa é uma decisão que cabe exclusivamente a ele”, disse Neto.

    Criticado pela neutralidade assumida pelo partido diante da disputa na Câmara dos Deputados entre Baleia Rossi (MDB), escolhido pelo grupo de Maia, e Arthur Lira (PP-AL), ligado ao Palácio do Planalto, ACM Neto nega que o DEM tenha culpa na derrota do emedebista.

    Neto também negou que tenha negociado cargos em troca do apoio a Lira e garante que o partido tem uma relação de "independência" com o Governo Federal. "Não fazemos parte de base, mas também não somos oposição ao governo", explica.

    Após ficar no tabuleiro como um provável partido a integrar uma frente ampla contra Bolsonaro, ACM Neto, agora, já não descarta apoiar o presidente Jair Bolsonaro em eventual eleição em 2022.  / Por: Redação BNews

     

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment