Denúncias de assédio moral causam demissão de diretora da TV Globo


     Os casos de assédio na Globo, seja ele moral ou sexual, tem se tornado frequentes na emissora. Depois do caso de Marcius Melhem, que gerou uma grande polêmica, agora uma diretora da TV, responsável pela área comercial, teria sido demitida após denúncias de outros funcionários.

    A diretora, que não teve o nome revelado por não se tratar de uma pessoa pública, fazia parte do núcleo de Criação de Branded Content at Grupo Globo (Mídia e Conteúdo) e não teve uma saída amigável. Segundo informações divulgadas pelo colunista Leo Dias, do site Metrópoles, o assédio ia dos  gritos públicos até demissões sem motivos aparentes. Era comum vê-la aos berros no meio da Redação falando mal e xingando uma ou outra pessoa.

    A demissão da diretora foi tão turbulenta que o caso foi levado ao compliance da emissora – termo em inglês originado do verbo “to comply”, que significa “agir de acordo com uma regra, uma instrução, lei interna, um comando ou um pedido” – que realizará uma investigação interna.

    Procurada, a assessoria de imprensa da emissora disse que não comenta as questões ligadas ao compliance. “A Globo não comenta questões relacionadas ao Compliance e aproveita para reiterar que a empresa mantém um Código de Ética, que deve ser seguido por todos os seus colaboradores, e uma Ouvidoria pronta para receber quaisquer relatos de violação ao Código. Todo relato é apurado criteriosamente assim que a empresa toma conhecimento e as medidas necessárias são adotadas.” /Por: Ilustrativa  Por: Redação BNews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment