Eleição UPB: Cibele Carvalho cobra do PT posição sobre candidato único à presidência


     Faltando pouco menos de um mês paras as eleições que vão definir o próximo presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), a prefeita de Rafael Jambeiro e candidata ao pleito deste ano, Cibele Carvalho (PT), aguarda retorno da executiva estadual do Partido dos Trabalhadores e pede celeridade sobre posicionamento para candidatura no pleito. 


    Conforme apuração do BNews com nomes dos bastidores, as articulações do deputado estadual e líder do governo Rosemberg Pinto (PT), não têm deixado a postulante muito satisfeita. A previsão é de que o PT se alie com o PP para indicar o canddiato a presidência da UPB na eleição de março deste ano. A tese ganhou força com a desistência do PSD em disputar o pleito e o presidente do partido, senador Otto Alencar apoiar o candidato Zé Cocá, prefeito de Jequié, do Partido Progressista. 

    A corrida, portanto, fica entre o PP e PT, maiores legendas junto ao PSD, na aliança do governador da Bahia, Rui Costa.

    A candidata pede um documento formal da executiva nacional do partido formalizando a decisão do partido nesse processo eleitoral. “É uma corrida democrática em que nunca se viu tantos movimentos partidários para alcançar o cargo. Quero que a executiva nacional do partido faça um pronunciamento sobre o caso, de forma que esclareça tudo e só depois vou me posicionar”, disse Cibele. 

    A prefeita afirmou também que já buscou a executiva da sigla, no entanto, não teve resposta. Uma reunião aconteceu na última semana com o presidente estadual do PT, Edén Valadares para tratar do assunto.

    Cibele reuniu durante sua campanha nomes importantes para ter apoio na corrida da UPB como o próximo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Adolfo Menezes (PSD); o deputado federal Marcelo Nilo (PSB), coordenador da bancada da Bahia no Congresso Nacional; o líder do PT na AL-BA, Marcelino Galo e outros.

    A eleição da UPB está marcada para o próximo dia 2 de março. 

    Leia também:

    "Fui a única candidata do PT que se lançou logo depois do segundo turno", diz Cibele, ao defender seu nome para presidência da UPB


     Por: Arquivo BNews  Por: Aline Reis

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment