Heineken vai demitir até 8 mil funcionários


     A Heineken vai demitir até 8 mil funcionários, no âmbito de um plano de reestruturação que tem a intenção de obter poupanças de 2 mil milhões de euros nos próximos dois anos, segundo o Financial Times.

    A segunda maior cervejaria do mundo depois da Anheuser-Busch InBev, tenta economizar cerca de 420 milhões de euros (US$ 508 milhões) por ano. Em outubro, a Heineken disse que planejava “simplificar” sua sede e seus escritórios regionais para cortar custos.

    O corte, anunciado pelo CEO Van den Brink, nesta quarta-feira (10), representa uma redução de 10% dos cerca de 85 mil trabalhadores do grupo em todo o mundo. A cervejaria espera que as condições de negócios comecem a melhorar no segundo semestre de 2021.


    Por: Divulgação  Por: Redação Bnews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment