Indicação da bolsonarista Bia Kicis para comandar CCJ da Câmara é reprovada por ministros do STF


     A indicação da bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF) para comandar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Câmara dos Deputados, foi reprovada por ministros de diferentes alas do Supremo Tribunal Federal, de acordo com a coluna do Estadão.

    Conforme a avaliação dos magistrados, a noção de Justiça da deputada é bem seletiva: Bia Kicis é daquela turma que ataca o Poder Judiciário quando ele contraria os interesses do clã Bolsonaro, mas fica quieta quando ele beneficia Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz, por exemplo.

    Os ministros, reservadamente, porém, disseram que já esperavam um gesto provocativo desse calibre da gestão de Arthur Lira (PP-AL). 

    Interlocutores da Corte no Parlamento fizeram chegar o descontentamento do STF aos ouvidos de Lira.

    Junior Bozzella (SP), um dos principais nomes da ala contrária a Jair Bolsonaro do PSL, afirmou  que o grupo atuará para evitar que Bia Kicis assuma o cargo na CCJ da Câmara.


     Por: Câmara dos Deputados  Por: Redação BNews

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment