"Ninguém nos avisou sobre falta de oxigênio", afirma Pazuello sobre situação de Manaus


     O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou em entrevista a rádio Jovem Pan que não foi comunicado antes sobre a falta de oxigênio em Manaus que ocasionou o colaspso na saúde da capital amazonense e mortes de pacientes com Covid-19. Segundo ele, quando foi avisado sobre o problema, a pasta agiu prontamente.

    "No dia 7 de janeiro, nós não sabíamos sobre falta de oxigênio em Manaus. Ponto. No dia 8 de janero, eu recebi uma ligação do secretário de saúde pedindo que auxiliássemos no transorte de oxigênio de Belém para Manaus. No mesmo dia 8, acionei o Ministério da Defesa".

    No sábado (30), o presidente Jair Bolsonaro também afirmou que o governo federal não tem responsabilidade sobre a falta de oxigênio e que não tem a obrigação de se antecipar a problemas. O chefe do executivo defendeu a atuação de Pazuello e disse que não houve omissão.  /Por: Arquivo/Agência Brasil 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment